Amigdalite.com

Inflamação das amígdalas

Causas da amigdalite

A causa mais comum é por infeção viral e inclui o adenovírus, o rinovírus, a gripe, o coronavírus, e o vírus sincicial respiratório. Também pode ser causada pelo vírus Epstein-Barr, pelo vírus herpes simplex, pelo citomegalovírus, ou pelo HIV. A segunda causa mais comum é a infeção bacteriana cuja bactéria predominante são os Streptococcus do grupo A, que causam infeções na garganta. As causas bacterianas menos comuns são: Staphylococcus aureus (incluindo Staphylococcus aureus resistente à meticilina), Streptococcus pneumoniae, Mycoplasma pneumoniae, Chlamydia pneumoniae, tosse convulsa, fusobactérias, difteria, sífilis e gonorreia.

As bactérias anaeróbicas têm sido envolvidas na amigdalite e um possível papel no processo inflamatório agudo é sustentado por várias observações clínicas e científicas.

Sob circunstâncias normais, os vírus e bactérias entram no corpo através do nariz e da boca, e são filtrados nas amígdalas. Dentro das amígdalas, as células brancas do sistema imunitário sanguíneo destroem os vírus ou as bactérias através da produção de citoquinas inflamatórias, como a fosfolipase A2, que pode levar à febre. A infeção também pode estar presente na garganta e áreas circundantes, causando a inflamação da faringe.

Às vezes, a amigdalite é causada por uma infeção de espiroquetas e treponema, e neste caso é chamada angina de Vincent ou angina Plaut-Vincent.